MAIS DE 650 NECESSITADOS VÃO BENEFICIAR PELA 1ª VEZ

Em Cabo Delgado, mais de seiscentas e cinquenta pessoas vivendo em situação de vulnerabilidade

Cabo Delgado
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Em Cabo Delgado, mais de seiscentas e cinquenta pessoas vivendo em situação de vulnerabilidade vão beneficiar pela primeira vez, este ano, do programa subsídio social básico do Institituto Nacional de Acção Social, delegação regional de Mocímboa da Praia.

 

Trata-se de pessoas na sua maioria, doentes crónicos, idosos, crianças chefes de familia, deficientes entre outras, em situação de vulnerabilidade, residentes em dezasseis aldeias dos distritos de Mueda, Muidumbe, Nangade e Palma, que serão abrangidas mercê da expansão do programa subsídio social básico, naquela região norte da província.

A informação foi revelada à Rádio Moçambique pela delegada do Instituto Nacional de Acção Social de Mocímboa da Praia, Julieta Paissene.

Actualmente, o INAS delegacão regional Norte de Cabo Delgado,  assiste mais de dez mil e seicentos e dez beneficiários nos programas subsídio social básico, apoio social directo e serviços de acção social.

Para este ano, aquela instituição prevê aplicar nas suas acções  mais de cinquenta e oito millhões, duzentos e oitenta e dois mil e novencetos meticais.

 

 

 

 

Fornecido por:Rm.co.mz 2016 ( Stop.co.mz/nacional )