Depois de quase três anos como “Museu na internet”, o Orkut não existe mais

Personal Tech

15 de maio de 2017 fica conhecido como o fim do Orkut de vez. De agora em diante, a rede social não existe mais sob hipótese nenhuma. Marcado por diversos fins, o Orkut já havia terminado no dia 30 de setembro de 2014. A verdade, é que de lá até hoje,

O ecrã, a bateria e a câmara são os principais beneficiados desta versão grande do Huawei P10.

Ainda assim, a esmagadora maioria considera que todos os modelos devem ter um para-quedas.

Criminosos planejavam atacar bancos de empréstimos europeus até serem presos

Segurança

Criminosos cibernéticos da Rússia usaram um malware implantado em celulares com sistema Android para roubar clientes de bancos do país e planejavam atacar bancos de empréstimos europeus até serem presos, disseram à Reuters investigadores e fontes

Afirmação foi feita pelo embaixador adjunto norte-coreano na ONU, Kim In Ryong, em coletiva de imprensa

Segurança

O embaixador adjunto da Coreia do Norte na Organização das Nações Unidas (ONU) disse nesta sexta-feira que ligar Pyongyang com o ciberataque global do vírus WannaCry é “ridículo”.

Os pesquisadores lutam para encontrar os primeiros vestígios do vírus, acreditando que detectar o "paciente zero" pode ajudar a identificar os criminosos

Segurança

Dois terços dos afetados no ataque global da semana passada estavam executando o sistema operacional Windows 7 da Microsoft, que não têm as últimas atualizações de segurança, segundo uma pesquisa feita pela empresa de avaliação de segurança

A medida é uma alternativa à proibição de Washington a laptops e tablets em voos provenientes de dez aeroportos internacionais

Mobile

A companhia aérea Emirates anunciou nesta quarta-feira ter começado a emprestar tablets para os passageiros das classes Premiere e Business com destino aos Estados Unidos, com o objetivo de burlar a proibição americana de levar aparelhos eletrônicos

Telas de OLED não são novidade no mundo Android: o Galaxy Nexus, lançado pela Samsung em 2011, já tinha uma

Mobile

Segundo o jornal japonês Nikkei, a Apple teria encomendado 70 milhões de telas de OLED da Samsung, a serem entregues ainda este ano – a quantidade sugere que elas venham a ser usadas no iPhone 8, cujo lançamento está previsto para os próximos

Chip Snapdragon 835, da Qualcomm, deve equipar os principais smartphones com Android que serão lançados ao longo de 2017. Galaxy S8 receberá o chip nos EUA

Mobile

O que os smartphones Galaxy S8 e Xperia XZ Premium têm em comum? Além de serem os principais aparelhos de suas fabricantes sendo lançados em 2017, ambos estão equipados com um chip Snapdragon 835.

Cientistas encontraram uma forma inusitada de usar resíduos naturais em substituição a derivado de petróleo

Green Tech

Você já leu por aqui sobre o uso de resíduo de abacaxi para produzir “couro” mais sustentável, sobre empreendedores que sabem tirar riqueza do lixo e materiais biossintéticos que podem mudar o mundo em breve.

Prepare-se para entrar em suas suas redes sociais usando apenas o seu pensamento. Mas não beba muito antes de fazer isso

Green Tech

Em um futuro – talvez não tão distante – você precisará apenas pensar para acessar a sua conta do Facebook. As ondas cerebrais já são vistas como uma alternativa biométrica para as temidas senhas alfanuméricas.

Drones permitem aumentar a produtividade e cortar custos na lavoura

Green Tech

Produtores agropecuários são conhecidos pelo conservadorismo na hora de gerir os negócios, mas os ganhos de produtividade e a economia proporcionada pelos drones nas lavouras têm levado o setor a empregar mais a tecnologia.

Conteúdo das políticas públicas disponíveis na rede social é menos claro do que aquele disponibilizado a revisores, o que cria confusão para usuários

social media

Documentos publicados pelo jornal The Guardian revelam como o Facebook lida com publicações relacionadas a pornografia, suicídio, racismo e terrorismo. O jornal teve acesso a mais de 100 manuais internos usados por moderadores da rede social para

Aplicativo tem impacto negativo no sono e na autoimagem dos jovens, mostra pesquisa

social media

Sabe aquele baixo astral que dá quando você fica muito tempo nas redes sociais? Não é só com você. Além do tempo perdido, as horas conectado também afetam nossa saúde mental.
A coisa funciona como uma droga, afinal: quanto mais tempo você passa diante do celular ou do computador, mais tempo você quer ficar.
A metáfora não é em vão. Redes sociais são mais viciantes que álcool e cigarro – é o que diz a pesquisa realizada pela instituição de saúde pública do Reino Unido, Royal Society for Public Health, em parceria com o Movimento de Saúde Jovem.
E, dentre elas, o Instagram foi avaliado como a mais prejudicial à mente dos jovens.
Os resultados mostram que 90% das pessoas entre 14 e 24 anos usam redes sociais – mais do que qualquer outro grupo etário, o que os torna ainda mais vulneráveis a seus efeitos colaterais.
Ao mesmo tempo, as taxas de ansiedade e depressão nessa parcela da população aumentaram 70% nos últimos 25 anos.
Os jovens avaliados estão ansiosos, deprimidos, com a autoestima baixa, sem sono, e a razão disso tudo pode estar na palma das mãos deles: nas redes sociais, justamente.
Ao longo da pesquisa, 1.479 indivíduos entre 14 e 24 anos tiveram que ranquear o quanto as principais redes (Youtube, Instagram, Twitter e Snapchat) influenciavam seu sentimento de comunidade, bem-estar, ansiedade e solidão.
O estudo mostrou que o compartilhamento de fotos pelo Instagram impacta negativamente o sono, a autoimagem e a aumenta o medo dos jovens de ficar por fora dos acontecimentos e tendências (FOMO, fear of missing out).
Segundo a pesquisa, o site menos nocivo é o YouTube, seguido do Twitter. Facebook e Snapchat ficaram em terceira e quarta posição, respectivamente.
Apesar do Youtube ser um dos sites que mais deixam os jovens acordados até altas horas, o site foi avaliado como o que menos prejudicou o bem-estar dos participantes. Instagram, em contrapartida, recebeu mais da metade das avaliações negativas.
Sete em cada 10 voluntários disseram que o app fez com que eles se sentissem pior em relação à própria autoimagem.
Entre as meninas, o efeito Instagram foi ainda mais devastador: nove em cada 10 se sentem infelizes com seus corpos e pensam em mudar a própria aparência, cogitando, inclusive, procedimentos cirúrgicos.
O Snapchat também não foi tão animador.
O app de mensagens multimídia instantânea teve os piores resultados: é o que contribui para privação de sono e o sentimento de ficar por fora (FOMO).
Muitos jovens destacaram o fato de sofrerem bullying nas redes sociais, sendo o Facebook o pior neste quesito – dois terços dos entrevistados acreditam que a rede de Zuckerberg deixa o cyber-bullying ainda mais cruel.

A “vida perfeita” compartilhada nas redes sociais faz com que os jovens desenvolvam expectativas irreais sobre suas próprias vivências.

Não à toa, esse perfeccionismo atrelado à baixa estima pode desencadear sérios problemas de ansiedade.

Os pesquisadores advertem: os usuários que passam mais que duas horas diárias conectados em mídias sociais são mais propensos a desenvolverem distúrbios de saúde mental, como estresse psicossocial.

As autoridades de saúde que realizaram o estudo pedem que as plataformas mandem mensagens e alertas para prevenir o uso descontrolado das redes e criem ícones especiais para indicar quando as fotos forem editadas, prevenindo assim que as pessoas se sintam mal em relação a sua aparência.

Os cientistas também sugerem que as redes auxiliem a identificar sinais de que os usuários estão passando por problemas de saúde mental através do conteúdo publicado e que ofereçam algum tipo de suporte emocional a essas pessoas.

“As plataformas que supostamente ajudam os jovens a se conectarem podem estar alimentando uma crise de saúde mental “, afirmou a Royal Society for Public Heath, na divulgação dos resultados da pesquisa.

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da Superinteressante.

22/05 – 11:28 Atualização de EXAME.com: O Instagram enviou a EXAME.com uma nota na qual se posiciona sobre o assunto. Veja abaixo na íntegra.

“Manter o Instagram um lugar seguro e de apoio, onde todos se sentem confortáveis para se expressar é a nossa prioridade – especialmente quando se trata de jovens. Diariamente, pessoas do mundo todo utilizam o Instagram para compartilhar suas trajetórias pessoais em busca de saúde mental e obter apoio da comunidade. Queremos que as pessoas que precisam lidar com problemas de saúde mental possam encontrar no Instagram o apoio necessário a qualquer momento. Por isso, trabalhamos em parceria com especialistas para disponibilizar as ferramentas e informações necessárias para que as pessoas saibam como denunciar conteúdo, obter apoio para um amigo que está precisando ou entrar em contato diretamente com um especialista para pedir conselhos sobre uma questão com a qual eles estejam lidando”

Michelle Napchan, líder de políticas públicas do Instagram na Europa, onde o estudo foi realizado

 

 

 

Fonte:Da Redação com Superinteressante.
Reditado para:Noticias do Stop 2017
tesFotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

O assistente virtual chamado "M" marca a presença da empresa no setor da inteligência artificial

social media

A rede social Facebook lançou nesta quinta-feira seu assistente virtual, que chamou de “M”, para os usuários de seu aplicativo Messenger nos Estados Unidos, marcando assim sua presença no setor da inteligência artificial.

O Google sempre dependeu de fabricantes de hardware para chegar ao consumidor. Mas isso está mudando - e rápido

Internet

Pouco a pouco, o Google entranhou-se em todos os aspectos da vida digital: seus serviços gerenciam e-mails, traçam rotas de carro, traduzem informações, respondem qualquer dúvida. No entanto, para que esses serviços estejam na palma da mão das

Mesmo com a conexão 4G ainda indisponível, lojas e fabricantes anunciam produtos compatíveis com esta tecnologia.

Internet

Muito se falou sobre a vinda da conexão 4G para o Mocambique desde o começo do ano. Afinal, o país vai sediar grandes eventos internacionais. Algumas operadoras se adiantaram em garantir mais velocidade de conexão para seus utilizadores.

Contudo, preciso avisar que não sou nenhuma técnica na área, e essa é uma pesquisa que fiz para que nós mesmos pudéssemos tomar a melhor decisão.

Internet

Com a necessidade de trabalhar em casa, surge a obrigação de ter uma boa internet no nosso apartamento. E devido a localidade e falta de espaço nas caixas de operadoras comuns (Mcel,Vodacom, Movitel, Afritel) na região, começamos a buscar outros tipos

Qual e o tipo de internet que usa ?
Total Votes:
First Vote:
Last Vote:

Market Movers

Yahoo! Inc.

NMS : YHOO - 26 May, 4:00pm
50.67
+0.07 (+0.14%) After Hours:
Open 50.50 Mktcap 48.55B
High 50.74 52wk Hight 51.23
Low 50.32 52wk Low 35.05
Vol 6.05M Avg Vol 7.25M
Eps 0.71 P/e
Currency: USD

Alphabet Inc.

NMS : GOOG - 26 May, 4:00pm
971.47
+1.93 (+0.20%) After Hours:
Open 969.70 Mktcap 672.01B
High 974.98 52wk Hight 974.98
Low 965.03 52wk Low 663.28
Vol 1.25M Avg Vol 1.42M
Eps 33.88 P/e 32.83
Currency: USD

Apple Inc.

NMS : AAPL - 26 May, 4:00pm
153.61
-0.26 (-0.17%) After Hours:
Open 154.00 Mktcap 800.90B
High 154.24 52wk Hight 156.65
Low 153.31 52wk Low 91.50
Vol 21.93M Avg Vol 24.81M
Eps 8.93 P/e 18.02
Currency: USD
Registe-se através do nosso serviço gratuito de assinatura de e-mail para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.