Trump diz que Peña Nieto está interessado em ajuda contra cartéis

Segundo Trump, Peña Nieto parece "muito disposto" a aceitar sua ajuda na luta contra os cartéis do narcotráfico

US Canada
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste domingo que seu colega mexicano, Enrique Peña Nieto, parece “muito disposto” a aceitar sua ajuda na luta contra os cartéis do narcotráfico, porque o governo do México “tem problemas para

controlar” esse desafio.

Em uma entrevista à emissora “Fox News”, Trump evitou responder diretamente à pergunta de que se durante sua conversa por telefone da semana passada com Peña Nieto, o ameaçou a enviar tropas ao México para combater os cartéis, como indicou uma versão de imprensa que foi desmentida categoricamente pelo governo mexicano.

“Temos que fazer algo sobre os cartéis, falei com ele (Peña Nieto) sobre isso. É um muito bom homem, e temos uma boa relação”, disse Trump na entrevista, transmitida neste domingo.

“Pareceu muito disposto a receber nossa ajuda, porque tem um problema e é um verdadeiro problema para nós; os cartéis estão operando em nosso país e envenenando a juventude de nosso país”, acrescentou.

Trump também não respondeu a pergunta de que se o governo do México é corrupto, e se limitou a dizer o seguinte: “Gosto do povo (do México), gosto muito desta Administração, ele é um bom homem e nos damos muito bem”.

“Mas têm problemas controlando alguns aspectos de seu país, não há dúvida sobre isso, e eu diria que as drogas e os cartéis da droga são o primeiro nesses desafios pendentes”, acrescentou Trump.

O presidente dos EUA não confirmou se já tomou uma decisão sobre a possibilidade de impor uma tarifa de 20% às importações procedentes do México para custear o muro que quer construir na fronteira comum, uma das opções que a Casa Branca citou como possíveis para financiar o projeto.

“Atualmente estamos perdendo empregos que vão para o México”, afirmou Trump, quando o jornalista lhe perguntou pela tarifa, e desviou a conversa para as fábricas que estão anunciando que se vão ficar nos EUA.

 

 

 

 

Fonte:EFE

Reditado para:Noticias do Stop 2017

Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

Stopmznews