Manutenção de estradas consome mais de 6 mil milhões de meticais/ano

Economia
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Moçambique gasta, anualmente, mais de seis mil milhões de meticais, na manutenção de estradas,O Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Estradas, Ângelo Macuácua disse, entretanto, que o sector está a intensificar as acções de mobilização

de financiamentos alternativos, para custear as obras de construção e manutenção de infra-estruturas rodoviárias.
Ângelo Macuácua falava esta quinta-feira, em Maputo, durante a abertura da terceira reunião do Comité Executivo da Associação dos Fundos de Manutenção de Estradas de África.
Ângelo Macuácua disse que os factores adversos à economia do país constituem constrangimentos para manter transitáveis as estradas nacionais.
O evento junta representantes de Moçambique, Namíbia, Costa do Marfim, Guiné Equatorial, Lesotho, Etiópia, Madagáscar, Quénia, Zâmbia, República Centro-Africana, Camarões e Burundi.

 

Fonte:da Redação e Por RM
Reditado para:Noticias do Stop 2018