29
Seg., maio
99 New Articles

Boeing da TAAG colide com bando de aves e condiciona ligações domésticas

Este incidente, informou à Lusa a TAAG, deu-se na segunda-feira e envolveu a aeronave da companhia que se preparava para aterrar no aeroporto

Angola
Typography

A transportadora aérea angolana TAAG informou ontem que cancelou alguns voos domésticos, depois de um Boeing 737-700 da companhia ter colidido com um bando de aves, o segundo incidente no espaço em duas semanas.


Este incidente, informou à Lusa a TAAG, deu-se na segunda-feira e envolveu a aeronave da companhia que se preparava para aterrar no aeroporto de Catumbela, na província de Benguela, tendo o choque com as aves danificado um dos motores.
“Saliente-se que este tipo de ocorrências, que raramente afecta significativamente a aeronave, não é incomum. No entanto, isto significa que mais uma aeronave da companhia estará fora de serviço, à semelhança da aeronave que teve o incidente na cidade do Soyo”, refere a TAAG.
A aeronave em causa opera habitualmente as rotas domésticas e regionais da TAAG, sendo este o segundo incidente com aviões da companhia, depois de a 30 de Abril, no aeroporto do Soyo, província do Zaire, outro Boeing 737-700 ter sofrido danos na fuselagem quando o trem do nariz foi recolhido, em plena pista, após a aterragem.
De acordo com a companhia, devido à falta destas duas aeronaves, foram cancelados nas últimas horas voos programados para a cidades de Cabinda e Menongue, e alguns serviços sofreram atrasos.
Uma das aeronaves deverá voltar ao serviço na quinta-feira, de acordo com a previsão da TAAG.

 

Fonte:Da Redação com Angonoticias
Reditado para:Noticias do Stop 2017