INDICIADO DE RAPTOS: DANISH SATAR EM LIBERDADE

Maputo
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Danish Abdul Satar, indiciado pela justiça moçambicana como um dos principais mandantes dos raptos, deixou, esta segunda-feira, as celas do Comando da Polícia na capital, onde se encontrava detido, mediante termo de identidade e residência.

 

Conforme decisão dos juízes da Secção Criminal do Tribunal Supremo, o órgão aceitou o pedido de liberdade (Habeas Corpus) solicitado por julgá-lo procedente.

O despacho, datado de 01 de Junho corrente, impõe algumas condições a Danish Satar, como, por exemplo, apresentar-se ao tribunal todas às segundas-feiras pelas 10 horas e não se ausentar do país e da cidade de Maputo, sem prévia autorização judicial.

Igualmente, Danish não pode se comunicar com qualquer meio e não se aproximar a uma distância de 50 (cinquenta) metros dos arguidos, vítimas e testemunhas da acusação dos processos n.º 1960-B/2012, 5632-B/11, 8609-B/11, 9057-B/11, 1000-B/12 e 10836-B/2012.

O Tribunal Supremo impôs ainda como condição ao indiciado não frequentar clubes nocturnos, hotéis, pousadas, casinos e demais estabelecimentos e ambientes similares; sujeitar-se à vigilância permanente da autoridade policial, bem como proceder à entrega ao tribunal da causa do passaporte e documentos de viagem de que seja titular.

Para o Tribunal Supremo, a violação de qualquer das medidas impostas implicará a quebra imediata da liberdade e consequente prisão.

Danish Satar fugiu do país, ano passado, após a emissão de mandados de captura por alegada relação com casos de rapto. Diligências foram tomadas pelo Ministério do Interior que, junto das autoridades policiais da Itália, onde estava refugiado depois da sua fuga, conseguiu extraditá-lo a 31 de Dezembro último para Maputo, onde responde pelos casos de sequestro de que é indiciado. 

 

 

 

 

Fonte:RM

Reditado por: Stop Noticias 2016

Stopmznews