1.400 TRABALHADORES DA VALE MOÇAMBIQUE EM GREVE

A paralisação iniciou na segunda-feira

Tete
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Em Tete, mil e quatrocentos trabalhadores da empresa Vale Moçambique paralisaram as actividades e exigem o pagamento de subsídios.

 

A paralisação iniciou na segunda-feira

Este ano, a Vale Moçambique cortou o subsídio relacionado com a partilha de lucros com os trabalhadores.

 A empresa alega que os lucros da empresa no ano passado foram baixos.

 O secretário do sindicato da Indústria, Comércio, Madeiras e Minas, Fernando Raíce, disse que a reivindicação dos trabalhadores é legítima. 

 

 

 

 

 

 

 

Fornecido por: RM.CO.MZ 2016 ( STOP )