04
Sáb., Dez.
24 New Articles

Certificado de vacina obrigatório a partir de 1 de Novembro

Certificado de vacina obrigatório a partir de 1 de Novembro

Angola
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O Executivo prorrogou esta quinta-feira (14) o prazo da obrigatoriedade de apresentação do certificado de vacina para o acesso aos espaços públicos para até 1 de Novembro, anunciou o ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República.
Francisco Furtado esclareceu que este prazo foi dilatado por Decreto Presidencial a fim de permitir a que os cidadãos continuem a vacinar "de modo a intensificar-se o processo em curso”.



O também coordenador da Comissão Multissectorial de Combate e Prevenção da Covid-19 reforçou que a alteração no artigo oitavo do Decreto Nº 241 faz menção à obrigatoriedade da apresentação do certificado de vacina em concursos públicos e viagens para o exterior do país.

"A partir de 1 de Novembro é ainda obrigatória a apresentação do certificado de vacina pelos cidadãos maiores de 18 anos nos estabelecimentos de educação e ensino, restaurantes e similares, estabelecimentos comerciais, cinemas, museus, teatros, reuniões em espaços fechados, ginásios, recintos desportivos, casinos e salas de jogos e espectáculos musicais”, especificou.

Novos postos de vacinação

O ministro de Estado informou, igualmente, que neste momento estão em funcionamento 67 postos de vacinação e mais de 130 postos móveis em todo país.

"Esta sexta-feira (15) Luanda contará com mais quatro postos de vacinação, nomeadamente, nas universidades Jean Piaget, UPRA; Zango 8.000 e na Centralidade do Kilamba”, anunciou durante a actualização dos dados da pandemia em Angola.


Fonte:da Redação e da angonoticias
Reeditado para:Noticias do Stop 2021
Receba diariamente o STOP em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para +258 827606348 para receber notícias diariamente em seu celular
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão

Stopmznews