02
Sáb., Jul.
0 New Articles

Associação dos Bons Sinais restaura o único monumento de Quelimane

Zambézia
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Construída em 1776, a antiga Catedral de Quelimane está a ser restaurada para se tornar num Centro Cultural. A partir de dia 21 de Agosto, Quelimane passa a ter um espaço cultural que será inaugurado pelos chefes de Estado moçambicano e português.


Situada numa das margens do Rio dos Bons Sinais, a velha Catedral de Quelimane está a ser restaurada pela associação Bons Sinais. "Reunimos 300 quelimanenses que vivem em Maputo, cada um contribuiu com um xis, juntámos 900.000 meticais e começámos as obras", contou-nos o presidente da associação dos Bons Sinais, António Barros.

Os habitantes da cidade de Quelimane viram as obras "e começaram a acreditar que éramos capazes de reconstruir este edifício", explica. Nesse momento, a embaixada da Noruega e dos Estados Unidos entraram com financiamento para apoiar o projecto. António Barros acredita que dentro de dois meses a obra estará terminada para voltar a abrir como Centro Cultural.

Um espaço que vai servir de Centro Cultural no único monumento histórico da cidade. "Vai ser um local muito bom para os cidadãos da cidade de Quelimane porque este é o único monumento histórico e não podemos perder isso", defende o presidente da associação dos Bons Sinais.

Conhecida por Igreja da Nossa Senhora do Livramento, a Catedral Velha de Quelimane foi construída em 1776 e encerrada em 1975. "Este edifício tem 240 e, por isso, tentámos seguir todas as técnicas da construção original e materiais. É uma obra um pouco complexa", descreve o director da obra.

"Esta foi a terceira Igreja construída em Moçambique pelos jesuítas e é mais antiga que a fundação da ilha de Moçambique", lembra Edson Barros.

A associação dos Bons Sinais quis dar uma nova vida à antiga catedral. A restauração decorre há quatro anos e vai ser inaugurada no dia 21 de Agosto deste ano pelos Presidentes moçambicano e português, Filipe Nyusi e Marcelo Rebelo de Sousa.

 

 

 

 

Fonte:da Redação e da rfi
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus