03
Dom., Jul.
0 New Articles

Novos ataques junto a Pemba "lançam pânico" na população

Cabo Delgado
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Os ataques da semana passado perturbaram a vida dos habitantes e dos deslocados na região de Pemba, em Cabo Delgado, lançando o caos numa população que sofre desde 2017 com o terrorismo, segundo descreveu Carlos Almeida, coordenador da organização Helpo em Moçambique, em declarações à RFI.


"Podemos confirmar que no dia 5 de Junho houve dois ataques no distrito de Ancuabe, que é mais próximo, da cidade de Pemba. A notícia desses ataques gerou uma onda de pânico entre as populções deslocadas nesse distrito e num distrito mais a Sul, em Metuge, que faz mesmo fronteira com a cidade de Pemba e faz com que muitas pessoas deslocadas e também as pessoas das respectivas aldeias acompanhassem e fugissem para zonas mais seguras", declarou Carlos Almeida.

Os ataques aproximam-se perigosamente de Pemba, numa altura em que a região encontrava alguma estabilidade com a chegada das forças da SADEC, em apoio às forças moçambicanas, ao terreno.

Estes ataques vêm tornar ainda mais difícil a situação de milhares de deslocados neste região, que devido á instabilidade nos últimos anos tiveram de abandonar as suas casas noutras províncias e tentar encontrar refúgio junto a Pemba. Os ataques levaram ainda ao encerramento das escolas.

"Em várias comunidades onde nós trabalhmos desde 2009 as famílias estão a fugir com medo, as escolas estão fechadas desde a semana passada, o que está a criar um impacto negativo muito grande não só nas populações, mas também na vida do dia a dia e na educação. Neste momento, no distrito de Ancuabe, um terço das escolas estão fechadas", disse o dirigente da Helpo, que ajuda cerca de 12 mil crianças nesta região.

Estima-se que o terrorismo em Cabo Delgado já tenha causado pelo menos 700 mil deslocados internos em Moçambique.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:da Redação e da RFI
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus