01
Sáb., Out.
0 New Articles

PR diz que há postos de combustíveis a financiar terrorismo

Nacional
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, denunciou, na segunda-feira, que há proprietários de postos de combustível na província de Sofala, no centro do país, que usam o negócio para lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo em Cabo Delgado, no Norte.

As declarações do chefe de Estado, Filipe Nyusi, foram feitas durante uma reunião com os conselhos executivo e de representação do Estado na província de Sofala, no centro do país.


Declarações do Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi
“Há proliferação de bombas de combustíveis na vossa província, não estou a proibir. Mas que usem métodos legais (…) Temos informações de pessoas que usam estes meios para subsidiar os terroristas”, denunciou Filipe Nyusi, num áudio recolhido pela agência Lusa.

O Presidente acrescentou que alguns destes empresários suspeitos de lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo encontram-se foragidos.

“Algumas pessoas, proprietários de bombas de combustível, fugiram. Quando os fomos procurar, tinham desaparecido. Eram donos de algumas bombas [postos de combustível]”, disse. Por isso, o chefe de Estado pediu uma maior fiscalização da Autoridade Tributária e do Ministério dos Recursos Minerais e Energia.

A província de Cabo Delgado, rica em gás natural, é alvo, desde 2017, de ataques por rebeldes armados, alguns reclamados pelo grupo autoproclamado Estado Islâmico.

O conflito provocou 784 mil deslocados internos, de acordo com a Organização Internacional das Migrações (OIM), e cerca de 4.000 mortes, segundo o projecto de registo de conflitos ACLED.

Há um ano, uma ofensiva das tropas governamentais, com o apoio do Ruanda e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, permitiu recuperar zonas onde havia presença de rebeldes. Porém, a fuga destes tem provocado novos ataques noutros distritos usados como passagem ou refúgio temporário.

 

 

 


Fonte:da Redação e da rfi
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews