07
Qua., Dez.
0 New Articles

A chegada de Gasly pode significar amizade ou atrito para Alpine

Fórmula 1
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Os dois, cada um com 26 anos e da mesma região da Normandia, no norte da França, são amigos e rivais há cerca de 20 anos, mas as coisas azedaram entre eles desde os primeiros dias de kart.

O chefe da equipe, Otmar Szafnauer, disse após o anúncio de sábado no GP do Japão que esperava que a dupla fosse uma jogada positiva para eles e a Alpine. Leia história completa

"Conversamos com os dois e ambos disseram que serão profissionais, trabalharão juntos para levar a equipe adiante", disse ele.

"Se houver um pouco de atrito também, isso pode ser uma coisa boa. Mas acho que trabalhando juntos, como eles disseram que farão, talvez essa amizade possa ser reacendida."

Gasly, falando ao site da Fórmula 1, não descartou isso.

"É uma oportunidade para nós dois voltarmos a um relacionamento semelhante ao que tínhamos no passado", disse ele.

"Qual era a probabilidade de que dois garotos de seis anos da Normandia, na França, vivendo a 20 minutos um do outro, acabassem 20 anos depois como companheiros de equipe em um time francês? Acho isso incrível e uma história muito especial."

A possibilidade foi descartada por alguns observadores, quando debatida pela primeira vez em agosto, quando a Alpine foi apanhada em um drama de verão de mudanças de pilotos, como muito divisiva.

Ocon havia apoiado abertamente Mick Schumacher como sua escolha para substituir o bicampeão mundial Fernando Alonso, que surpreendeu a Alpine ao anunciar no início do intervalo de agosto que ele se juntaria à Aston Martin para 2023. Leia a história completaLeia a história completa

O reserva australiano Oscar Piastri rejeitou a oportunidade de ocupar o lugar de Alonso e assinou para correr pela McLaren.

"Acho que não há dúvida de que Esteban não queria Pierre em sua equipe, seria a última pessoa que ele queria", comentou o ex-piloto de F1 que virou comentarista Paul di Resta na televisão Sky Sports.

Szafnauer estava na Force India (a equipe que agora é Aston Martin) quando Ocon e o mexicano Sergio Perez se enfrentaram repetidamente na pista em 2018 e tem muita experiência em lidar com tensões internas.

Desta vez, ele tem dois vencedores de corridas, ambos em circunstâncias surpreendentes – Ocon na Hungria em 2021 e Gasly na Itália no ano anterior.

Ocon começou 106 corridas e Gasly 103 e há muito pouco para separar seus pontos de carreira e aparições no pódio. Nenhum dos dois se verá em um papel coadjuvante, mas ambos estarão ansiosos por um novo desafio.

Para Gasly, isso significa finalmente deixar o guarda-chuva da Red Bull com o qual ele começou em 2017.

Embora muito apreciado na AlphaTauri, a equipe irmã da Red Bull, ele nunca seria promovido de volta ao lado do campeão mundial Max Verstappen depois de ser dispensado em 2019.

Como o espanhol Carlos Sainz, que deixou a então Toro Rosso para a Renault em 2017 e agora está na Ferrari depois de uma passagem pela McLaren, novas oportunidades acenam.

"Parece certo. Parece o passo certo para corresponder às minhas ambições e metas. Estou muito animado com isso", disse ele.

 

 

 

 

 

Fonte:da Redação e da supersport
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews