04
Sáb., Dez.
24 New Articles

Situação financeira da FAB condiciona escolha do seleccionador

Situação financeira da FAB condiciona escolha do seleccionador

Futebol
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Aspectos ligados a actual situação financeira da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) condicionam a indicação de uma nova equipa técnica para a selecção nacional sénior masculina, a cerca de dois meses da “janela” de apuramento ao mundial da modalidade de 2023.



O facto foi dado a conhecer pelo presidente da FAB, Moniz Silva, que falava no programa televisivo Domingo Desportivo, tendo afirmado que o órgão vive um momento financeiro apertado, o qual não permite, ainda, contratações.

Referiu ser necessário um treinador que sirva exclusivamente a selecção, a exemplo do que ocorreu recentemente com o espanhol Josep Clarós(na foto), cuja ligação com a federação terminou após a participação no Afrobasket2021, onde Angola ocupou a quinta posição.

“Vivemos uma situação financeira apertada que não nos permite indicar já a equipa técnica nacional, sublinhou, sem, no entanto, confirmar eventual renovação com o espanhol.

A primeira janela de apuramento ao campeonato do mundo terá lugar de 21 a 30 de Novembro próximo, nas diferentes regiões, e Angola deve enfrentar as selecções da Guiné, Cote d’Ivoire e República Centro Africana.

Segundo o responsável, o país poderá albergar uma das fases, na cidade de Benguela, uma vez que o governo provincial se mostrou disponível.


Fonte:da Redação e da angonoticias
Reeditado para:Noticias do Stop 2021
Receba diariamente o STOP em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para +258 827606348 para receber notícias diariamente em seu celular
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão