24
Qua., Jul.
0 New Articles

Portugueses surpreendem mundo do Râguebi com triunfo inédito

Desporto
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

No Mundial de Rêguebi que decorre em França, os 'Lobos', como é conhecida a Selecção Portuguesa, acabaram por brilhar e conseguiram arrecadar o primeiro triunfo de sempre num Mundial. Esta foi a segunda participação da selecção portuguesa num campeonato mundial desta modalidade.


Portugal, décima sexta nação do ranking Mundial e última apurada para este Campeonato do Mundo, tinha pela frente a oitava melhor nação, as Ilhas Fiji, que precisava de um ponto para alcançar o apuramento para os quartos.

Em Toulouse, no Sul da França, os 'Lobos' portaram-se como heróis. Após terem resistido até ao intervalo, altura em que o encontro estava empatado a três pontos para cada lado, os portugueses conseguiram estar na frente, 17-10. Mas nos últimos minutos, os fijianos passaram para a frente 17-23. Com poucos segundos para jogar, o impensável aconteceu.

Portugal marcou um ensaio por Rodrigo Marta, e Samuel Marques não falhou a transformação, permitindo aos lusos vencer a partida por 24-23.

No fim do encontro, os jogadores portugueses nem queriam acreditar.


José Madeira, internacional luso em entrevista à RFI, admitiu que foi incrível este triunfo, graças também ao apoio do público.

Raffaele Storti, jogador português, que já tinha marcado dois ensaios no empate a 18 pontos frente à Geórgia, foi um dos protagonistas perante as Ilhas Fiji com um ensaio e um passe decisivo para Rodrigo Marta.

Em declarações à RFI, Raffaele Storti estava feliz com esta vitória que é o realizar de um sonho.
Após um empate, 18-18 frente à Geórgia, e duas derrotas por 28-8 diante do País de Gales e por 34-14 perante a Austrália, David Wallis, internacional português, tinha dito à RFI que a cereja no topo do bolo seria um triunfo.

Sonho realizado para o atleta luso, novamente ao microfone da RFI.
Portugal terminou no quarto lugar no Grupo C, com seis pontos, à frente da Geórgia com três, mas atrás da Austrália e das Ilhas Fiji, ambas com 11 pontos, e do País de Gales com 19.

Em 2007, em França igualmente, a aventura tinha terminado com quatro derrotas e um ponto conquistado.

Luís Pissarra, actual treinador adjunto da Selecção Portuguesa, esteve presente em 2007 como jogador. Para ele, a sua geração abriu portas para a actual equipa que veste as cores lusas, estando, claro, satisfeito pelo desempenho dos 'Lobos' versão 2023.
A Selecção Portuguesa de Râguebi está eliminada da prova, mas conseguiu derrotar as Ilhas Fiji que se apuraram para os quartos.

Estes resultados eram algo impensáveis para Portugal, visto que outras selecções, com um nível, habitualmente similar ao dos portugueses, sofreram derrotas pesadas como a Roménia.

Sobretudo que os portugueses defrontaram nações que integram o top-11 Mundial.

Agora é pensar em 2027 no Campeonato do Mundo que vai decorrer na Austrália e para o qual Portugal terá novamente de arrecadar o apuramento, desta vez sem o seleccionador francês Patrice Lagisquet, e sem os líderes da equipa, Samuel Marques, Mike Tadjer e Francisco Fernández. Um novo ciclo abre-se e a fase de apuramento já se aproxima a passos largos.

Quanto a este Mundial que ainda decorre em território francês, no próximo fim de semana teremos os quartos-de-final: França-África do Sul, Nova Zelândia-Irlanda, Inglaterra-Ilhas Fiji, e País de Gales-Argentina.

Chegamos assim ao fim deste Magazine Desporto.

 

 

 


Fonte:da Redação e da RFI
Reeditado para:Noticias do Stop 2023
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews