26
Qui., maio
0 New Articles

A ONU está preocupada com as graves consequências da guerra na Ucrânia para África

Africa
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

As consequências da guerra na Ucrânia são cada vez mais visíveis no continente africano com o aumento de vários produtos, devido ao custo mais elevado de importação de matérias primas.
O PNUD, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, através do economista-chefe para África, Raymond Gilpin, afirmou que a crise provocada pela guerra na Ucrânia é «sem precedentes para o continente».

Opinião partilhada por François Luguenot, perito no mercado de matérias primas agrícolas, ao microfone da RFI, que abordou as dificuldades de importação do trigo ucraniano visto que actualmente os portos de Mariupol e de Odessa não estão em funcionamento.

«Mesmo se a guerra terminasse amanhã, seriam necessários vários meses para voltar a pôr a funcionar os portos. Ainda por cima há silos que foram deteriorados, e instalações portuárias que foram deterioradas. O que significa que os preços se vão manter altos, e isso vai causar vários problemas a certos países», afirmou François Luguenot.


François Luguenot, perito no mercado de matérias primas agrícolas 07-05-2022
Recorde-se que Mariupol está ocupada pelos russos, enquanto Odessa teme pelos ataques provenientes do mar, aliás vários bombardeamentos já ocorreram na cidade, com disparos de navios russos que estão no mar negro.

As consequências dessas dificuldades de importação de matérias primas são o aumento do custo de vários alimentos e dos combustíveis, e não só visto que vários projectos internacionais estão parados no continente africano, entre eles a construção de uma fábrica de fertilizantes em Angola.

De notar que alguns países africanos dependem a 80% da importação de trigo proveniente da Rússia e da Ucrânia, no entanto os russos estão sob sanções internacionais que impedem o transporte dessas matérias e os ucranianos estão na incapacidade de exportar devido aos estragos já causados pela guerra no seu território.

O PNUD, para além de estar preocupado com a situação económica, também alerta para o retrocesso no consumo de energias menos poluentes, mas que estão cada vez mais caras.

Por fim, o economista-chefe do para África, Raymond Gilpin, lembrou que estas crises podem levar a tensões em certos países e a uma contestação violenta.

 

 

 

 

 

 


Fonte:da Redação e da rfi
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews