04
Sáb., Dez.
24 New Articles

Estas são as primeiras imagens do novo Windows 11: E parece-se muito com o Windows 10X

Tecnologia
Tools
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A apenas uma semana de descobrir o que a Microsoft tem reservado para a próxima versão do Windows, vazamentos do desenvolvedor indicam que o Windows 11 está a passar por uma revisão visual dramática.

Um conjunto de capturas de ecrã publicado na plataforma da rede social chinesa Baidu revela um Windows mais suave e minimalista. O menu Iniciar permanece, mas agora está centralizado com o resto da barra de tarefas, em vez de à esquerda. A estética geral é muito semelhante ao agora cancelado Windows 10X, que a Microsoft projetou para dispositivos de ecrã duplo.

É possível assinalar algumas semelhanças com o macOS e todas as suas iterações. Existem também alguns elementos do Chrome OS na maneira como os aplicativos são colocados na barra de tarefas. Não é surpreendente, considerando que o Chrome OS se destina a dispositivos com touch-capable dois em um, assim como o Windows 10 e 11.

O menu Iniciar no Windows 11 foi significativamente reduzido e despojado de todos os elementos gráficos dinâmicos, como os que se encontram atualmente no Windows 10. Não há mais Live Tiles, mas ainda há aplicativos fixáveis e botões de acesso rápido para desligar e reiniciar o dispositivo.

  

Nas capturas de ecrã adicionais do trabalho dos desenvolvedores que vieram à tona, a visão do XDA sobre Windows 11 exibe o menu Iniciar no modo escuro preenchido com ícones e atalhos, o que parece mais agradável ao contrário do se pode ver no Baidu. Igualmente, deste modo se tem uma indicação melhor de que o que está por vir na próxima semana vai ser uma grande mudança.

O resto das capturas de ecrã do XDA mostra estruturas de menu semelhantes às do atual Windows 10. A barra de tarefas aparece centralizada por padrão, pois há uma captura de ecrã mostrando que se pode ir ao painel de configurações para colocá-la de volta à esquerda, onde se encontra desde o Windows 95. Curiosamente, há também um recurso de widgets.

As capturas de ecrã do XDA indicam a capacidade de fixar atualizações de desportos e notícias no ambiente de trabalho, além da previsão do tempo. Este recurso pode substituir os Live Tiles, uma vez que foram concebidos para ser a versão de widgets da Microsoft.

Finalmente, impõe-se referir ao padrão dos novos papéis de parede do Windows 11, disponíveis nas versões de modo claro e escuro. É um pouco mais vanguardista do que seria de esperar de uma Microsoft voltada para a empresa. Parece uma bucha vista de longe, o que pode transparecer a maneira da Microsoft de expressar a fluidez do seu novo sistema operacional.

A Microsoft disse que em vez de trazer o Windows 10X ao mercado, ela aproveitaria os “aprendizados” de sua jornada e o integraria a outras partes do Windows. Entretanto ainda nada desse vazamento tem a corroboração oficial, pelo menos até a Microsoft faça isso no evento do dia 24 de junho.

Stopmznews