29
Qua., Jun.
0 New Articles

Motorista envolvido em acidente que fez 28 mortos conduzia alcoolizado

Zambézia
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O motorista do veículo pesado que provocou um acidente em que morreram 28 pessoas em janeiro, na Zambézia, centro de Moçambique, conduzia a consumir álcool, em excesso de velocidade e em contramão, apurou o inquérito.

O porta-voz da comissão de inquérito, Celso Lourenço, disse na quinta-feira à comunicação social que o motorista do miniautocarro, que chocou frontalmente com um camião e que transportava 20 das 28 vítimas mortais, saltou do carro a 50

metros do veículo pesado, ficando incapaz de evitar o acidente.
Oito das vítimas seguiam no camião que provocou o sinistro. O motorista do miniautocarro abandonou a viatura, deixando-a desgovernada e preocupando-se em salvar a sua própria vida, enquanto podia ter-se desviado do choque com o camião e evitado o acidente, avançou Lourenço.

"Apesar de ter a faixa de rodagem ocupada, o motorista do transporte semicoletivo de passageiros tinha tudo para evitar o sinistro, saindo da estrada para a berma esquerda, porque no local do acidente a via é reta e tem boa visibilidade", explicou o porta-voz da comissão de inquérito.
Por outro lado, o condutor do veículo que transportava passageiros não estava habilitado para o exercício do serviço público de passageiros.
Celso Lourenço referiu ainda que a apólice de seguro do veículo de transporte de passageiros está em nome de pessoa diferente do proprietário da mesma, o que mostra que o carro acidentado não tinha seguro.
Veículo sobrelotado
O referido veículo estava sobrelotado, transportando 22 passageiros, ou seja, quatro passageiros a mais do que a lotação máxima.
O acidente ocorreu no dia 22 de janeiro no distrito de Mopeia, na sequência de um choque frontal entre um camião de transporte de mercadoria e um miniautocarro de transporte de passageiros.
Três agentes da Polícia de Trânsito que estavam num posto de controlo por onde passaram as viaturas que se envolveram no sinistro foram suspensos, por indício de atuação ilegal na fiscalização dos veículos, indicou o governo da província da Zambézia.
No acidente morreram 28 pessoas, escapando apenas três, incluindo dois passageiros do miniautocarro e o motorista.
Relatórios nacionais e internacionais apontam as estradas moçambicanas como estando entre as mais perigosas para conduzir, devido ao mau estado das vias, condução irregular e elevada corrupção na polícia.

 

 

 

 

 

 


Fonte:da Redação e da dw
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus