28
Ter., Jun.
0 New Articles

O gigante adormecido de Moçambique

Fonte fértil e abundante de recursos em Moçambique, Niassa é uma província adormecida em termos de desenvolvimento. Se as suas potencialidades fossem valorizadas, poderia ser o verdadeiro celeiro do país?
O Niassa ressente-se da falta de financiamento no setor agrário para catapultar a economia provincial, assim como a do próprio país. E a subida galopante dos preços dos combustíveis como consequência da guerra entre a Rússia e a Ucrânia

Termina processo de regresso da população afectada pelo terrorismo em Mecula

Termina, esta semana, o processo de regresso às zonas de origem, da população afectada pelo terrorismo, no distrito de Mecula, província de Niassa, na sequência da melhoria das condições de segurança.

Das mil e cento e noventa e duas famílias que estavam reassentadas na vila-sede distrital de Mecula, faltavam, até esta quarta-feira, trezentas e trinta e cinco dos povoados de Naulala 1 e 2, para a conclusão do processo, que decorre em

INGD em alerta face as chuvas intensas previstas para hoje e amanhã

O Instituto Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres (INGD), em Cuamba, no Niassa, está em estado de alerta face as chuvas intensas previstas para, esta sexta-feira e sábado.

Para o efeito, o INGD, em Cuamba dispõe de quarenta tendas, identificou três centros de trânsito, e activou catorze comités de gestão de riscos, para apoiar possíveis vítimas.

Secretário de Estado apela colaboração no combate a terroristas em Mecula

O Secretário de Estado, na província de Niassa, apela para uma colaboração entre as Forças de Defesa e Segurança, governo e população do distrito de Mecula, na perseguição aos terroristas.

O dirigente disse que o combate ao terrorismo requer esforços multiformes, dai que informações partilhadas pela população podem ser de crucial importância.

INGD no Niassa não vai assistir as famílias que regressam às zonas de risco

O Instituto Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres no Niassa adverte que não vai dar nenhum apoio as famílias que retornaram as áreas de riscos a inundações em Cuamba e Mecanhelas, caso sejam afectadas por calamidades nesta época chuvosa.

População prefere enfrentar terrorismo a abandonar terras

Cidadãos de Mecula, no Niassa, não querem abandonar as suas terras. Presidente de Moçambique pede que os habitantes fiquem nos locais atacados e garante que as Forças de Defesa e Segurança vão manter a paz na região.
O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, deslocou-se à província de Niassa, de 20 a 21 de janeiro. Esteve também no distrito de Mecula, que tem sido alvo de ataques terroristas nos últimos meses.

Presidente da República anuncia estacionamento das FDS nos povoados afectados pelo terrorismo em Mecula

O Presidente da Republica anunciou, esta sexta-feira, que o governo vai estacionar Forças de Defesa e Segurança nos povoados afectados pelo terrorismo, no distrito de Mecula, província do Niassa, para permitir o regresso da população deslocadas às suas aldeias de origem.

Mais artigos...