03
Dom., Jul.
0 New Articles

FRELIMO propõe sete teses para debate no próximo congresso

Partidos
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

A FRELIMO, partido no poder em Moçambique, apresentou aos seus membros e simpatizantes sete propostas de teses para debate no 12.º congresso da organização, que vai decorrer entre 23 e 28 de setembro.
A Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO) propõe aos membros e simpatizantes as seguintes teses: unidade nacional, paz, reconciliação e democracia, natureza e papel do partido na organização do Estado e da sociedade, bem como

boa governação, ética, transparência, combate à corrupção e acesso à justiça.
Educação, ciência e inovação tecnológica como estratégia de desenvolvimento, desenvolvimento económico e social inclusivo e sustentável e soberania, integridade territorial, defesa, segurança, ordem pública e combate à criminalidade serão também os eixos fundamentais da principal reunião do partido no poder em Moçambique.
A sétima e última tese do 12º congresso será Moçambique na região, em África e no mundo.
"A presente conjuntura política, social e económica sugere uma abordagem integrada e holística dos temas, com o objetivo principal de apontar um posicionamento crítico sobre assuntos de interesse nacional", refere o gabinete central de preparação do 12.º congresso.
O debate das teses visa propiciar a mais ampla participação dos membros e simpatizantes da FRELIMO na construção coletiva de ideias e soluções para os assuntos políticos, sociais, económicos, culturais e desportivos com impacto na vida dos moçambicanos, segundo o partido.
Antes de serem levadas ao congresso, as teses terão de ser debatidas e enriquecidas em conferências dos membros do partido no poder.
Com a realização dos congressos, prossegue o gabinete central de preparação do 12.º congresso, a FRELIMO demonstra ao país e ao mundo que é um partido que pugna pela inclusão e participação de todos os cidadãos no processo de desenvolvimento social e económico, cultural e desportivo de Moçambique.
A FRELIMO está no poder há mais de 46 anos, desde a independência do país em 1975, detendo a Presidência da República, governo central, Assembleia da República, com uma maioria qualificada, executivos das 10 províncias do país e dos 48 dos 53 municípios do país.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:da Redação e da dw
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus