04
Sáb., Dez.
24 New Articles

FMI prevê para Angola sexta recessão consecutiva com queda do PIB de 0,7%

FMI prevê para Angola sexta recessão consecutiva com queda do PIB de 0,7%

Mercados
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O FMI coloca Angola como segundo país em África com pior desempenho económico neste ano de 2021, antecipando uma sexta recessão e uma quebra do PIB de -0,7%. Há 50 países no continente com previsão de taxas positivas.
As previsões do FMI para o continente africano, num total de 53 países que são estudados, colocam Angola como o segundo pior em termos de desempenho económico para este ano, -0,7% na evolução do PIB, apenas ultrapassado pela República Centro-Africana, -1%.



Apenas para mais um país é previsto o cenário de recessão, o Congo Brazzaville (-0,2%), prevendo a instituição que os restantes 50 países africanos, apesar de todas as dificuldades resultantes da crise internacional e do impacto da Covid-19, vão ter crescimentos positivos do seu PIB.

Acrescente-se que os maiores crescimentos são apontados ao Botsuana (9,2%), Burkina Faso (6,7%), Costa do Marfim (6%), Marrocos (5,7%) e Quénia (5,6%), Para os países que falam português, o FMI prevê um crescimento de 4% para Cabo Verde, 3,3% para a Guiné-Bissau, 2,5% para Moçambique e 2,1% para São Tomé e Príncipe.

A média de crescimento prevista para o continente africano está fixada em 5%.


Fonte:da Redação e da angonoticias
Reeditado para:Noticias do Stop 2021
Receba diariamente o STOP em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para +258 827606348 para receber notícias diariamente em seu celular
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão