10
Qua., Ago.
0 New Articles

file O QUE NÃO TERÁ NO CÉU

5 anos 7 meses atrás #217 por Malaquias da Silva
COM_KUNENA_MESSAGE_CREATED_NEW
A Eternidade – V

O Que Não Terá no Céu

Texto para a Leitura: Hebreus 12.11-15

Texto para a Memorização: Hb. 12.14, “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;”

O nosso assunto é: O Que Não Será no Céu. Ninguém verá o próprio Senhor da glória sem uma nova natureza vinda do céu (Jo. 15.1-5). Ninguém verá o Senhor sem aquela nova natureza que opera um novo andar neste mundo diante todos, salvos ou não. Examine-se a si mesmo se tem essa nova natureza! Ela tem evidências.

Uma destas evidências é a paz. Paz para com Deus pois Cristo é a nossa paz (Ef. 2.14, “Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,”). Paz para com todos (Pv. 16.7, “Sendo os caminhos do homem agradáveis ao SENHOR, até a seus inimigos faz que tenham paz com ele.”): no lar, na igreja, na vizinhança, no comércio etc. Como estão estas evidências na sua vida?

Outra destas evidências é a santificação, ou seja, a separação ou dedicação para com Deus. Ela busca o agrado de Deus, o Salvador. Para agrada-Lo separe da sua própria vontade para obedecê-Lo. É prova de amor a Ele (Jo. 14.15, “Se me amais, guardai os meus mandamentos.”.

Sem aquela nova natureza que segue a paz com todos e vive separado do mundo, NINGUÉM verá o Senhor.

Tais não estarão no céu. Convém estabelecer os fatos já! II Co 13.5: “Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados.”

O Que Não Será no Céu –

Lágrimas, Morte, Clamor e Dor – Ap. 21.4. No mundo conhecemos esperanças adiadas (Pv. 13.12). Por isso o coração desfalece e há lágrimas. Os pais esperam virtudes nos filhos, mas às vezes recebe rebelião, ou a morte invade o conforto do lar e leva aquele em quem tivemos muitas esperanças.

Esperamos retorno no que investimos, seja em educação, posição no emprego, fundos para o futuro ou compra de bens duráveis ou imóveis, mas podemos perder a oportunidade esperada pelos cursos técnicos, pode ser demitido do emprego ou uma crise internacional causa a perda dos fundos ou dos bens trazendo assim pranto, clamor e dor.

Alguém talvez espera da sociedade a justiça, o moral, a retidão e a responsabilidade fiscal. Em vez disso há o clamor das vítimas da violência, os protestos dos atingidos pela corrupção desenfreada e a confusão dolorosa pela perversão aberta. Tais esperanças “adiadas” atingem o coração causando lágrimas, clamor e dor.

As lágrimas, morte, clamor e dor não precisam ser tuas. Podem ser as lágrimas dos pobres ao seu redor, o clamor das viúvas, dos viúvos e dos órfãos, ou a dor dos que experimentam a morte que lhes atingem.

Porém, tudo que causa o pesar no coração não será no céu. O Apóstolo Paulo escreve a Tito sobre o céu como sendo “a bem-aventurada esperança” (Tt. 2.13). Essa esperança é bem-aventurada por ser certa e assegurada. É propósito de Cristo que os por quem Ele se deu a Si mesmo para remir Ele também purifica para ser o Seu povo especial. Por estes Ele prometeu que aparecerá para levar com Ele (Tt. 2.13-14; Hb. 9.28; Jo. 14.1-3). Não é possível que essas esperanças sejam adiadas! Deus jurou por duas coisas imutáveis que o Seu conselho é firme. Essas duas coisas são o Seu Ser e a Sua Palavra. Ele é Deus, portanto imutável, e a Sua palavra é verdadeira por Ele ser Santo. O que Ele deseja, fará (Sl. 115.3; 135.6; Ez 24.14, “Eu, o SENHOR, o disse: viva isso, e o farei, não me tornarei atrás, e não pouparei, nem me arrependerei; conforme os teus caminhos, e conforme os teus feitos, te julgarão, diz o Senhor DEUS.”). Por isso, o que jurou sobre o que fará, é uma firme consolação, segura e firme como âncora da alma. Por isso não terá lagrimas, morte, pranto ou dor não céu (Hb. 6.17-19).

No céu jamais ouvirá uma mensagem para consolar os que perderam um ente querido, nunca assistirá um enterro, nem verá um cortejo, não verá um cemitério, sim, a própria morte morrerá (T. Ross, pg. 196). Portanto, nenhuma separação da presença de Cristo, pois Ele estará no Seu trono e os salvos estarão com Ele sempre; nenhuma separação do corpo da alma, pois teremos o corpo glorificado e a imortalidade (I Co. 15.35-58); nenhuma separação dos cristãos, pois estaremos em comunhão eterna uns com os outros pois a nossa comunhão é com o Pai, e com Seu Filho Jesus Cristo (I Jo. 1.1-3).

Graças a Deus pelas coisas que não estarão no céu!

Oito Categorias de Pessoas que Não Estarão no Céu – Ap. 21.8. Deus, em misericórdia, dá mais um aviso aos pecadores. Todo tipo de pecado e de pecadores são representados nestas oito categorias.

Os tímidos não fazem parte dos que estarão no céu por não pensarem que os custos de uma vida cristã valiam a pena. Eram medrosos em negar os prazeres do mundo para serem identificados com os de Cristo. Negaram as oportunidades de obedecer às ordens do Senhor por acharem radicais a maneira de Deus ser (Mt. 25.24-25). Contrastem com os que são vencedores.

Os incrédulos. Que classificação! Não interessa que são ímpios ou não; grande ou não; morais ou não. Estarão ausentes do céu por serem incrédulos. Somos instruídos que não importa crer como os demônios (Tg. 2.19); não crer como Judas Iscariotes, ou como Simão o mágico (At. 8.9-24). O necessário é ser regenerado para crer de coração (Jo. 3.1-5; Rm. 10.13). Não há diferença, religioso ou não, moral ou não, se não estiver em Cristo há certeza de perdição! Ausente do céu!

Os abomináveis compõem uma classificação geral. Todo pecado é uma abominação a Deus (Hc. 1.130, mas essa classificação inclui os que são entregues ao pecado, os que insistem em fazer o que Deus detesta. São os que vivem em pecado abertamente, desafiando tudo que é considerado santo, moral e virtuoso. São os execráveis e incluem os que conhecem a Deus mas negam-no pelas suas obras, são reprovados para toda a boa obra (Tt. 1.16; Ap. 17.5).

Os homicidas, fornicadores, feiticeiros, idólatras, e mentirosos são as classificações também encontrados no livro de Apocalipse. Os seguidores da Besta, o Falso Profeta, e o Anticristo participam com estes em todos os seus pecados.

Não convém que minimizamos nenhuma classificação pois todos estarão ausentes do céu. Observe também a falta de graus de gravidade destes. Uma mentira vale por mil (Tg. 2.10). Não é somente um aviso aos que perdem, mas aviso para os que esperam ser salvos. Estes devem examinarem as suas vidas se estão seguindo a paz e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor (Hb. 12.14).

Que sabedoria é manifestada por Deus em não permitir estes no céu. Imagina como seria destruída a paz, o perfeito louvor, se estes fossem permitidos estarem no céu! Seriam como moscas mortas no ungüento do perfumador e manchas numa festa de amor (Ec. 10.1; Jd. 11-12).

Maldição contra alguém – Ap. 22.3. A maldição original que veio sobre toda a humanidade e da criação não será no céu. O serviço e submissão a Deus será sem suor ou sofrimento dos homens e a terra não produzirá mais os espinhos, cardos e abrolhos (Gn. 3.16-19). Nenhuma maldição em desobedecer a Lei de Moisés estará no céu. Não terá aquela maldição da ira de Deus permanecendo sobre os que agora não crêem em Cristo (Jo. 3.36). Toda doença, mal e aquilo que pode trazer tristeza serão eliminados no céu.

Templo – Ap. 21.22. O tabernáculo e o templo no Velho Testamento, e os lugares de reunião no Novo Testamento e as igrejas da nossa época manifestam algo que não terá no céu. Um lugar separado para reunir evidencia que existe um lugar para ir para adorar juntos com o povo de Deus. Enquanto houver horários dos cultos e endereços das igrejas, a verdade que não estamos no céu é provada. Nem todo lugar na terra é propício para adorar. Existem lugares onde o pecado reina nessa terra, lugares onde a carne é adorada, e vícios imundos satisfeitos. Portanto, para deixar o mundo sabendo que tal lugar é reservado para adorar o Senhor, temos placas de aviso nas igrejas. A existência de igrejas no mundo manifestam também que há trabalhos missionários sendo feitos. Evangelização e pregação da Palavra de Deus são atividades anunciadas pelas placas das igrejas. Tudo isso deixa claro que não estamos no céu.

No céu não haverá templo. Não terá uma hora reservada para a adoração, nem lugar separada para reunir. O Senhor Deus Todo-Poderoso e o Cordeiro estarão presentes em todo lugar e em todo coração. Também não haverá lugar nem horário que o povo remido não estarão adorando-O. Ser feito coluna no templo de Deus declara essa verdade (Ap. 3.12). A estrutura espiritual que somos agora individualmente seremos literalmente com todos naquela hora (I Pe. 2.5, “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.”).

Nessa gloriosa habitação não terá Sol nem Lua (Ap. 21.23-25). O SENHOR será a tua luz perpétua, e o teu Deus a tua glória (Is. 60.18-22). O trabalho suado do homem que dá a ele um sono profundo representam a maldição sobre nós e sobre o mundo. Mas, ausente a maldição, ausente também os dias do nosso luto!

Na Lei de Moisés constavam coisas que eram “limpas” e as outras que eram consideradas “ímpias”, ou seja, não aceitáveis a Deus. Como para com Deus, o sangue lava toda raça de homem igualmente, todos neste sangue serão iguais diante de Deus (I Pe. 1.18-23). Quando a Bíblia nos diz que não terá coisa alguma que contamine, ou seja, alguma coisa que Deus não aceita, é enfatizado que é necessário o sangue de Jesus em todos que esperam gozar no céu.

Também não terá no céu: a condenação eterna – Ap. 22.11, “Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda ...” Se ama a injustiça e a sujeira da carne e do mundo, seu lugar não é no céu. Seu lugar é no Lago de Fogo eternamente.

Você Estará no Céu?

A oportunidade de ser salvo é agora. Ap. 22.17, “E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.” (Is. 55.1-3,6-7).

Se o seu porvir estará com esperança ou horror depende se você conhece Cristo como seu Senhor e Salvador ou não. Como será?

Hb. 12.14, “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;”
Modificar mensagem

Por favor Autenticar para se juntar à conversa.

  • Malaquias da Silva
  • Avatar de Malaquias da Silva Autor do tópico
  • Desligado
  • O utilizador está bloqueado
  • O utilizador está bloqueado
Mais
  • Não permitido: para criar novo tópico.
  • Não permitido: para responder.
  • Não permitido: para editar a sua mensagem.
Tempo para criar a página: 0.233 segundos