13
Sáb., Ago.
0 New Articles

Vin Diesel se desculpa após polêmica com youtuber

Carol Moreira reclamou ter sido assediada pelo ator durante uma entrevista

Estilo de vida
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O ator Vin Diesel aproveitou o clima natalino e usou sua página no Facebook para se desculpar com a youtuber Carol Moreira. Na última semana, a repórter brasileira reclamou ter sido assediada pelo astro americano durante uma entrevista realizada na

Comic Con Experience, no começo do mês, em São Paulo.

Vin Diesel postou um outro vídeo da gravação, segundo ele sem cortes, e pediu desculpas caso Carol tenha se sentido ofendida, o que não era a sua intenção.

"Como todos sabem, tento manter as minhas entrevistas mais brincalhonas e divertidas, especialmente quando estou na zona Xander (referência ao nome do personagem que ele interpreta no filme 'Triplo X - Reativado', que ele veio divulgar no Brasil). Mas, se ofendi alguém, peço desculpas pois nunca foi minha intenção. Aqui está a versão sem cortes", afirmou.

Carol afirmou que o ator a interrompeu três vezes durante a conversa para falar sobre sua aparência e afirmou que, apesar de estar rindo, sentiu-se "completamente desconfortável".

"Durante a entrevista aconteceu uma coisa que eu não esperava: o Vin Diesel ficou 'apaixonado' por mim. Eu falo dessa forma porque ele começou meio que a me cantar no meio da entrevista, falar que eu era bonita", disse.

"Ele me interrompeu três vezes para falar disso. Então vocês vão ver aí no vídeo que eu estava rindo, eu só ria porque estava numa situação muito delicada. Mas a verdade é que eu não gostei disso, na hora eu não soube reagir, mas vocês vão ver que eu estou desconfortável, que não foi legal, que ele interrompeu o meu trabalho", continuou ela.

A entrevista repercutiu na internet e dividiu as opiniões dos internautas. Alguns acreditaram que foi assédio, enquanto outros acham que o ator queria somente elogiar a repórter.

 

 

 

 

Fonte:Da Reuters

Reditado para:Noticias do Stop 2016

Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus