17
Seg., Dez.
17 New Articles

Vitória da Rússia sobre a Arábia Saudita foi 2ª maior goleada em estreias de Copa do Mundo

Rússia-2018
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Nesta quinta-feira (14 de junho) a Copa do Mundo da Rússia teve o seu pontapé inicial dado, e os anfitriões fizeram bonito ao golearem a Arábia Saudita por 5 a 0, no Estádio Luzhniki, em Moscou. Com a vitória, além de manterem uma antiga tradição

presente nos Mundiais, uma vez que os anfitriões nunca foram derrotados em estreias do torneio, ainda estabeleceram o resultado como a segunda maior goleada em partidas inaugurais da competição na história.

Veja as últimas do Mercado da Bola e quem pode chegar ao seu time

Com gols marcados por Cheryshev (2x), Gazinsky, Golovin e Dyzuba, os russos fizeram o seu dever de casa e lideram com folga o Grupo A do Mundial, com três pontos somados e cinco gols de saldo. Nesta sexta (15), Egito e Uruguai fazem sua estreia na competição, finalizando a primeira rodada da fase de grupos pelo Grupo A, e uma das duas equipes precisará marcar pelo menos seis gols se quiser passar os anfitriões na liderança.

O placar elástico dos russos ficar atrás apenas da goleada da Itália por 7 a 1 sobre os Estados Unidos, na Copa do Mundo de 1934, em solo italiano, que acabou tendo os anfitriões como campeões. A partida foi no dia 27 de maio daquele ano.

Em relação às goleadas envolvendo anfitriões, ao longo de toda a competição, a vitória da Rússia sobre a Arábia Saudita foi apenas a quinta maior goleada da história das Copas. Confira abaixo:

1° - 1930: Uruguai (anfitrião) 6 x 1 Sérvia

2° - 1934: Itália (anfitriã) 7 x 1 Estados Unidos

3° - 1950: Brasil (anfitrião) 7 x 1 Suécia e 6 x 1 Espanha

4° - 1978: Argentina (anfitriã) 6 x 0 Peru

5° - 2018: Rússia (anfitriã) 5 x 0 Arábia Saudita.

 

Fonte:da Redação e Por foxsports
Reditado para:Noticias do Stop 2018
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão