26
Qui., maio
0 New Articles

Human Rights Watch denuncia abusos contra civis das forças Wagner

Africa
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

As forças paramilitares Wagner, de origem russa, teriam cometido graves abusos contra civis na República centro-africana desde 2019. Quem o denuncia é a ong Human Rights Watch num relatório hoje publicado.
A ong alega haver provas de cumplicidade entre a Wagner e o governo russo e denuncia práticas de tortura, espancamentos e execuções por parte desta empresa na RCA.

O relatório exemplifica com a execução por homens que falavam russo de 12 pessoas não armadas detidas numa barragem rodoviária, estas teriam sido espancadas e posteriormente baleadas mortalmente na cabeça a 21 de Julho de 2021 perto de Bossangoa, a 300 kms ao noroeste de Bangui.

Neste relatório a Human Rights Watch baseia-se em testemunhos de dezenas de vítimas e próximos.

De acordo com a organização nem o governo centro-africano nem o russo aceitaram reagir a estas denúncias.

A intervenção de centenas de forças paramilitares russas estaria em curso há mais de dois anos.

Os elementos da empresa Wagner teriam permitido reprimir a ofensiva rebelde que ameaçava, mesmo, a capital e o regime.

Na altura a rebelião ocupava uma maioria de dois terços do país.

 

 

 

 

 

 

Fonte:da Redação e da rfi
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews