03
Dom., Jul.
0 New Articles

Encontrada falha de segurança em 11% dos smartphones do mundo

Android
Tools
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

A segurança dos nossos equipamentos móveis é muito importante, até porque, como é provável que aconteça no seu caso, grande parte da sua vida está no seu smartphones, desde o seu email, a fotografias e, também, todos os seus contactos, já para não falar adas aplicações bancárias, entre outros. Coisas muito importantes, sem dúvida. Por isso, uma falha nos smartphones é perigoso.

A Check Point identificou vulnerabilidade crítica de segurança em chip UNISOC responsável pela comunicação móvel de 11% dos telemóveis do mundo. Deixada por resolver, a vulnerabilidade permitiria a um atacante neutralizar ou bloquear comunicações.



A investigação da CPR marca a primeira vez em que um chip da UNISOC foi sujeito a técnicas de engenharia inversa para examinação de falhas de segurança. Quando comunicada à UNISOC, a vulnerabilidade foi classificada com um 9.4 em 10 no grau de criticidade.

 

Investigação pioneira

A investigação da CPR marca a primeira vez que o modem UNISOC foi alvo de uma tática de engenharia inversa e investigado quanto à existência de vulnerabilidades. A CPR digitalizou os processadores de mensagens NAS num curto período de tempo, encontrando uma vulnerabilidade, que poderia ser utilizada para perturbar a comunicação rádio do dispositivo. Um hacker ou unidade militar poderiam aproveitar-se desta vulnerabilidade para neutralizar as comunicações numa localização específica.



A CPR partilhou as suas conclusões com a UNISOC em maio de 2022, que identificaram a vulnerabilidade, classificando-a com um 9.4 em 10 no grau de criticidade. Desde aí, a UNISOC lançou uma patch, CVE-2022-20210. A Google confirmou que irá publicar a patch no próximo Boletim de Segurança para Android. A Check Point recomenda todos os utilizadores a manter, em todos os momentos, o software dos seus smartphones atualizados.

“Somos os primeiros a utilizar a técnica de engenharia inversa e a investigar o modem UNISOC quanto a possíveis vulnerabilidades. Encontrámos uma vulnerabilidade no modem UNISOC, integrado em 11% dos smartphones. Um atacante poderia utilizar uma estação de rádio para enviar um pacote de malformações que reiniciaria o modem, impedindo o utilizador de comunicar. Caso fosse deixada por resolver, a comunicação móvel poderia ser bloqueada pelo atacante. A vulnerabilidade está no firmware do modem, e não no próprio Android. Não há nada que os utilizadores de Android possam fazer de momento, mas recomendamos vivamente que seja aplicada a patch que será lançada pelo Google no próximo Boletim de Segurança para Android,” afirma Slava Makkaveev, Reverse Engineering & Security Research attorneys da Check Point Software.

 

 

 

Fonte:da Redação e da maistecnologia
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus