A estimativa de bateria do Android está a tornar-se mais inteligente

A estimativa de bateria do Android está a tornar-se mais inteligente

Apps
Tools
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Certamente todos os utilizadores de smartphones Android já se depararam com uma “morte súbita” do seu equipamento. A primeira coisa que os utilizadores pensam é que a bateria já está viciada, mas isso nem sempre é verdade. O que acontece é que

mesmo com tanto avanço na tecnologia continua a não ser fácil estimar com 100% de certeza o tempo de bateria que resta.
Actualmente o que é feito é uma média de uso por hora e daí projectar para a quantidade de bateria estimada. A forma mais simples de entender é imaginar que durante o dia utilizou cerca de 5% de bateria por hora, e que ao chegar à noite ainda lhe restam 30%. Neste caso aparecerá que ainda tem bateria para utilizar durante mais seis horas. Mas o que acontece é que a utilização do smartphone neste período é mais elevado o que faz com que estes 30% rapidamente desapareçam.
Agora a Google no Pixel já está a utilizar outra forma de cálculo que provavelmente expandirá aos restantes smartphones Android. Nesta nova maneira o tempo restante de bateria não é calculado tendo em conta a média de utilização nessa carga mas sim o consumo de bateria normal para cada utilizador ao longo de vários ciclos de carga.

 

 

Fonte:da Redação e Por maistecnologia.com
Reditado para:Noticias do Stop 2017