Pic-in-Pic do Chrome poderá ganhar suporte para conteúdo além de vídeos

Pic-in-Pic do Chrome poderá ganhar suporte para conteúdo além de vídeos

Apps
Tools
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Não faz muito tempo desde que o Google introduziu o modo Picture-in-Picture para usuários do Chrome. Atualmente, o recurso está disponível para usuários de PC e celular. Porém, para a tristeza de milhares, suporta apenas o conteúdo de vídeo.Mas parece

que essa situação pode mudar um pouco de acordo com um novo commit (via Windows Latest ). No qual, diz que o Google pode estar planejando adicionar mais ao recurso, tornando-o disponível para conteúdo não-vídeo também.

Para ser preciso, o post diz que os engenheiros estão pensando em adicionar “suporte para solicitar uma janela Picture-in-Picture que possa conter conteúdo HTML arbitrário em vez de uma camada de vídeo”.
O Post

Para não deixar nada vago, iremos destacar aqui exatamente o que o post diz:

“Estamos adicionando suporte para solicitar uma janela Picture-in-Picture que pode conter conteúdo HTML arbitrário em vez de uma camada de vídeo. Este conteúdo pode ser interativo ou não.

A API Picture-in-Picture original está limitada a HTMLVideoElement. Ele pega a camada de vídeo e a move para uma janela que segue as regras de exibição específicas para Picture-in-Picture. Vários parceiros expressaram interesse por uma API mais flexível.

As solicitações de recursos se enquadravam em duas categorias: personalizar a aparência e personalizar a experiência do usuário. O primeiro pode tecnicamente ser feito usando elementos de canvas, mas o último requer um modelo diferente que exigiria interação do usuário e, portanto, não seria mais compatível com APIs do Android, iOS e macOS.”

Enfim, com isso podemos ter certeza que o recurso tem altas chances de ser adicionado em breve. Esse recurso pode sugerir que os navegadores baseados no Chromium logo poderão carregar conteúdo HTML arbitrário além dos vídeos.

No entanto, é preocupante que essas janelas flutuantes possam ser um novo estilo de pop-up que aparece sem qualquer interação do usuário. Ainda mais preocupante, o recurso não parece ser impulsionado pela demanda do usuário, mas apenas por vários ” parceiros ” do Google.

Pontos negativos de lado, ainda não sabemos com todos os detalhes como essa ferramenta irá se comportar. Por isso não adianta especular muita coisa. Mas caso isso aconteça, basta denunciar e o problema poderá ser resolvido.

Fonte:da Redação e por maistecnologia
Reditado para:Noticias do Stop 2019