22
Sex., Nov.
0 New Articles

Biden diz que comentários de Trump são ameaça à democracia

Biden: para ele, a falta de compromisso com os resultados de Trump é um "grande problema"

US Canada
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Biden disse durante um ato a favor de Hillary que os cidadãos norte-americanos, incluindo os republicanos, tem que questionar a atitude de Trump,O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta quinta-feira que a recusa do candidato

republicano à presidência do país, Donald Trump, em aceitar o resultado das eleições em caso de derrota é uma ameaça à democracia.

Biden disse durante um ato a favor da candidata democrata, Hillary Clinton, em New Hampshire, que os cidadãos norte-americanos, incluindo os republicanos, tem que questionar a atitude de Trump.

Para o vice-presidente, a falta de compromisso com os resultados do empresário republicano é um “grande problema”, além de uma “ameaça para o processo democrático” do país.

Segundo Biden, a resposta dos cidadãos ao desafio do candidato republicano deve ser uma “participação excepcional” nas eleições de novembro. Nos Estados Unidos, o voto não é obrigatório.

Praticamente ao mesmo tempo em que Biden falava, Trump disse em um comício em Delaware, no estado de Ohio, que aceitará os resultados das eleições apenas se sair vitorioso.

O magnata disse que se reserva o “direito a impugnar ou contestar judicialmente caso haja um resultado questionável”, mas se declarou disposto a reconhecer um “resultado eleitoral claro”.

Durante o último debate televisivo entre Trump e Hillary, realizado ontem à noite em Las Vegas, o republicano recusou se comprometer a acatar os resultados caso a adversária vença.

“Direi na hora. Vou manter o suspense”, respondeu Trump a uma pergunta direta do moderador do debate, Chris Wallace, sobre uma possível rejeição aos resultados depois de o empresário ter lançado várias acusações sem provas sobre manipulação nas eleições.

A resposta contradiz o que Trump disse em seu primeiro debate contra Hillary no final de setembro, quando se comprometeu a apoiar a ex-secretária de Estado se ela vencer as eleições.

 

 

 

 

 

 

Fonte:EFE

Reditado para:Noticias Stop 2016

Fotografias:Getty Images / Reuters /EFE

Stopmznews