600 policiais londrinos armados a mais patrulham a cidade

Londres: a medida não modificará o "princípio fundamental" das forças da ordem britânicas de andar desarmadas

Europe
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A Polícia Metropolitana de Londres (Met), também conhecida como Scotland Yard, informou nesta quinta-feira que aumentará em 600 o número de agentes armados como medida antiterrorista após os ataques de

Paris de novembro do ano passado.

A Met dispõe de 2.200 agentes treinados para portar armas, mas esse número será aumentado em 600, segundo o comissário da Scotland Yard, Bernard Hogan-Howe.

Mas a medida não modificará o "princípio fundamental" das forças da ordem britânicas de andar desarmadas, disse o comissário, acrescentando que 92% dos agentes da Met não usam armas.

Bernard disse que após os atentados terroristas de Paris do dia 13 de novembro, sua força aumentou de maneira provisória o número de agentes armados nas ruas como medida de precaução, mas que agora ficou decidido que esse aumento vai ser permanente.

Segundo ele explicou, a decisão foi tomada levando em conta que a ameaça terrorista atual é a de um "ataque espontâneo" que pode exigir uma "resposta rápida para enfrentá-lo".

"Esta será uma opção cara, mas é vital para nos mantermos seguros", acrescentou o comissário.

O governo britânico mantém o nível de ameaça terrorista em "grave", o segundo nível mais alto e que significa que um atentado é possível no Reino Unido.


FONTE:DA EFE 2016 ( STOP )