Cientistas descobrem por que somos destros ou canhotos

Pesquisa realizada na Alemanha contraria tudo que se sabia sobre o que nos faz destros ou canhotos. Esqueça o cérebro, ele não tem protagonismo nisso

Família
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O que nos faz destros ou canhotos? Essa pergunta atrai a atenção de cientistas há muito tempo. Uma nova pesquisa indica que tudo que se acreditava até agora está errado.

De acordo com cientistas da Ruhr-Universität Bochum, uma universidade alemã, a resposta não está no cérebro, como se acreditava. “Os resultados mudam nossa compreensão das causas que levam à assimetria hemisférica”, concluem os pesquisadores.

Em resumo, o estudo chegou à conclusão que a assimetria hemisférica, basicamente a causa de sermos destros ou canhotos, está determinada desde o útero. A pesquisa afirma que na 13ª semana, fetos já demonstram preferência por um dos lados do corpo para a realização de movimentos na gestação.

Exames de ultrassom mostraram que essa inclinação a usar uma das mãos, por exemplo, começa a ser definida na oitava semana de gestação. Ao contrário do que se acreditava, essa característica não é definida por características cerebrais. A grande responsável por uma pessoa ser destra ou canhota é sua medula espinhal.

 

 

 

 

 

Fonte:Exame

Reditado para:Noticias do Stop 2017

Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP