Diplomata angolano eleito para comité da ONU

Diplomata angolano eleito para comité da ONU

Política
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A Assembleia Geral das Nações Unidas elegeu o diplomata angolano Makiese Kinkela Augusto para o Comité Consultivo para as Questões Administrativas e Orçamentais da ONU (CCQAB) para o período 2019-2021.

Makiese Augusto, o primeiro diplomata lusófono eleito para o comité, um órgão subsidiário da Assembleia Geral das Nações Unidas, foi escolhido na sexta-feira, na sequência dos trabalhos da 73.ª sessão da Assembleia Geral da ONU, que decorrem em Nova Iorque até 30 de Dezembro.

De acordo com o Jornal de Angola, Makiese Augusto é diplomata de carreira do Ministério das Relações Exteriores há 17 anos, teve uma passagem pela Missão Permanente de Angola como diplomata e trabalhou nos Escritórios do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos em Genebra (Suíça), na qualidade de funcionário internacional sénior, ocupando as funções de director de Gabinete do Presidente do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas durante as presidências do Conselho dos Direitos Humanos do Gabão e da Alemanha, de 2014 a 2015.

O Consultivo para as Questões Administrativas e Orçamentais da ONU tem por missão escrutinar e supervisionar a proposta de Orçamento Geral das Nações Unidas submetida pelo secretário-geral antes de ser apresentada à Assembleia Geral, bem como o dever de emitir recomendações e pareceres sobre os programas de orçamentos do Secretariado das Nações Unidas, dos fundos das agências especializadas e internacionais afiliadas no sistema da ONU e sobre qualquer decisão relacionada com questões administrativas, financeiras e orçamentais.

O comité é composto por 16 peritos de competência reconhecida e comprovada no domínio das questões relativas ao sistema multilateral, em particular das questões administrativas e orçamentais das Nações Unidas, bem como no domínio dos procedimentos e mecanismos de decisões políticas e diplomáticos do sistema da ONU.

 

Fonte:da Redação e Por angonoticias.com
Reditado para:Noticias do Stop 2018