Avalanches deixam 54 mortos no Afeganistão e 13 no Paquistão

No Afeganistão, as avalanches, que ocorreram após fortes nevascas, também mataram cerca de 550 animais e destruíram mais de 1 mil hectares de terras

Asia Ocidental
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Avalanches provocaram dezenas de mortes no Paquistão e no Afeganistão nos últimos dias. No Paquistão, pelo menos 13 pessoas morreram em uma avalanche que soterrou cinco casas no fim do dia de sábado após fortes nevascas no município de Chitral, no

norte do país. No Afeganistão, avalanches mataram pelo menos 54 pessoas nos últimos três dias, informaram autoridades locais neste domingo.

No Paquistão, segundo o oficial de segurança do município de Chitral Nizamud Shah, socorristas recuperaram 13 corpos e esforços estão em andamento para resgatar possíveis sobreviventes. Ele disse neste domingo que várias pessoas ainda estão desaparecidas e que a maioria das áreas em Chitral está coberta de neve.

Omer Mohammadi, porta-voz do ministro de Estado do Afeganistão para gestão e assuntos humanitários, disse que, além das 54 mortes, outras 50 pessoas ficaram feridas em diferentes partes do país.

Ele disse que mais de 150 casas foram destruídas pelas avalanches e que 50 casas ficaram fortemente danificados. As avalanches, que ocorreram após fortes nevascas, também mataram cerca de 550 animais e destruíram mais de 1 mil hectares de terras agrícolas, segundo Mohammadi.

 

 

 

 

 

 

Fonte:Estadão Conteúdo

Reditado para:Noticias do Stop 2017

Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP