Soldados morrem em atentado do EI contra quartel no Iraque

Soldado iraquiano: três membros das forças iraquianas morreram e dois ficaram feridos

Asia Ocidental
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Bagdá - Vários soldados foram mortos em um duplo atentado do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) contra uma sede militar na província de Al-Anbar, no oeste do Iraque, informaram nesta terça-feira fontes oficiais e os extremistas.

 

Uma fonte do Ministério iraquiano do Interior explicou à Agência Efe que o EI perpetrou o ataque na segunda-feira com dois carros-bomba, dos quais apenas um explodiu junto à entrada do quartel.

Três membros das forças iraquianas morreram e dois ficaram feridos, segundo a versão de Interior.

Por sua vez, o EI afirmou em comunicado publicado em redes jihadistas que conseguiu matar meia centena de militares em um duplo ataque suicida na zona de Al Najib.

Os jihadistas disseram que o primeiro suicida detonou seu carro na entrada do quartel para abrir caminho a um caminhão-bomba que explodiu no interior da base.

As duas explosões foram seguidas por um ataque de membros do EI ao quartel, que segundo as imagens divulgadas, ficou gravemente danificado.

A capital da província de Al-Anbar, Ramadi, foi recuperada pelas forças iraquianas há uma semana, embora ainda restem em seu interior alguns focos jihadistas.

O EI controla, além disso, outras zonas da região, como a cidade de Faluja, e tem uma ampla presença em todo o território.

 

Fornecido por: Da EFE 2016.( STOP)