13
Seg., Jul.
0 New Articles

Filha da “Rasputina” da Coreia do Sul é presa na Dinamarca

Polícia prendeu Chung Yoo-ra, filha da "Rasputina" sul-coreana, na Dinamarca, depois que ela foi acusada de permanecer na Europa de forma ilegal

Asia Setentrional e Central
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A filha de Choi Soon-sil, considerada o pivô de uma trama de corrupção e tráfico de influência que levou o Parlamento a pedir o afastamento da presidente sul-coreana, Park Geun-hye, foi presa nesta segunda-feira na Dinamarca, segundo informações

divulgadas por promotores sul-coreanos.

A polícia da Dinamarca prendeu a filha de Choi, Chung Yoo-ra, no fim de semana em meio a acusações dela permanecer no país europeu de forma ilegal. Agora, a jovem de 20 anos deve ser extraditada ao país asiático.

A presidente da Coreia do Sul foi acusada de no mês passado por legisladores em meio a um enorme descontentamento da população depois que promotores acusaram Park de permitir que sua amiga de longa data Choi Soon-sil extorquisse empresas e controlasse o governo.

A Coreia do Sul pediu à Interpol que procurasse Chung porque ela não voltou para responder a perguntas sobre o escândalo.

A agência de notícias Yonhap da Coreia do Sul relata que Chung, que é ex-membro da equipe nacional de equitação, supostamente aproveitou o relacionamento com Park para obter favores injustificados na Universidade de Seul.

 

 

 

 

 

Fonte:Estadão Conteúdo

Reditado para:Noticias do Stop 2016

Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP