Novak Djokovic vence batalha contra Andy Murray e fatura o bicampeonato em Doha

Tenista sérvio venceu o rival por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 6/4, após quase três horas de partida

Tennis
Typography

Na tarde deste sábado (7 de janeiro), os dois primeiros colocados do ranking mundial disputaram uma final emocionante no ATP 250 de Doha, no Catar. Quem melhor a melhor foi Novak Djokovic, número 2 do mundo, que superou o líder Andy Murray por 2

sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 6/4, após quase três horas.

O jogo começou equilibrado, marcado por games longos, com os tenistas disputando ponto a ponto. Na metade do terceiro game, Djokovic recebeu atendimento médico após ferir seu polegar direito. Apesar do problema, o sérvio não baixou o ritmo, e ainda salvou um break point antes de confirmar seu serviço.

A decisão do primeiro set aconteceu no oitavo game. Consistente, Nole não deu folga no saque de Andy e, após um slice, viu o britânico isolar a bola, conseguindo a primeira quebra de serviço da partida. Com a vantagem, Djokovic apenas confirmou seu serviço e saiu na frente.

Além disso, outro ponto importante foi o aproveitamento de pontos vencidos com o segundo saque. Enquanto Murray triunfou em apenas 44%, o sérvio venceu todas os pontos com seu segundo serviço.

No segundo set, o equilíbrio seguiu ditando o ritmo da partida, com os atletas protagonizando ralis emocionantes. Contudo, no sétimo game, um fato não muito comum chamou a atenção. Djokovic se desequilibrou no meio de um ponto, sofreu uma queda e acabou batendo forte a cabeça na quadra. O incidente preocupou Andy e o juiz brasileiro Carlos Bernardes, mas logo depois o sérvio confirmou que estava bem, mesmo indicando sinais de dor.

Apesar da pancada, Novak mostrou que seguia ligado no jogo. Quem perdeu um pouco da atenção foi Murray que, após cometer duas duplas faltas, teve seu serviço quebrado, vendo o sérvio abrir vantagem.

O britânico, contudo, se recuperou a tempo. Vendo Djoko sacar para o título, Murray cresceu no jogo e salvou três match points, impedindo o título do rival. Após confirmar seu serviço, o número 1 do mundo aplicou outro break, vencendo a segunda parcial e forçando a terceira.

No último e decisivo set, os jogadores estavam firmes em seus primeiro serviços. No sexto game, o britânico desperdiçou um break point, e a perda da chance custou caro. Na sequência, Djoko não tomou conhecimento do oponente e quebrou de zero o saque de Murray, abrindo 4 a 3. Em sua segunda tentativa de sacar para a vitória, o sérvio não titubeou e fechou a partida.

Com o resultado, Djokovic sagrou-se bicampeão do ATP 250 de Doha, defendendo com sucesso o título de 2015. Além disso, esta foi a 19ª final entre os tenistas, e o sérvio leva vantagem: no total, foram 11 troféus de Novak e oito de Andy.

Rogerinho é eliminado na Austrália

Disputando o qualificatório para o ATP 250 de Sydney, na Austrália, Rogério Dutra Silva (98º do mundo) acabou eliminado na primeira rodada. O brasileiro foi superado pelo georgiano Nikoloz Basilashvili (94º), que venceu por 6/4 e 6/3.

Na noite deste sábado, o também brasileiro Thiago Monteiro (82º) busca uma vaga na chave principal do torneio diante do colombiano Santiago Giraldo (91º).

 

 

 

 

 

Fonte:Gazeta Press

Reditado para:Noticias do Stop 2016

Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS