Aquecimento do oceano é subestimado, diz estudo

Degelo: os pesquisadores acreditavam que os oceanos subiram entre 0,7 a um milímetro por ano devido à expansão térmica

Ciência
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A quantidade de aumento do nível do mar que vem do aquecimento dos oceanos tem sido subestimada, e é provável que seja cerca de duas vezes maior do que o calculado anteriormente - disseram pesquisadores alemães nesta segunda-feira.

 

A descoberta publicada nos Anais da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, sugere que tempestades cada vez mais graves podem ser esperadas como resultado deste erro de cálculo.

O nível do mar pode aumentar devido a dois fatores: o derretimento do gelo e a expansão térmica da água quando aquecida.

Até agora, os pesquisadores acreditavam que os oceanos subiram entre 0,7 a um milímetro por ano devido à expansão térmica.

Mas um novo olhar para os dados mais recentes de satélite de 2002 a 2014 mostram os mares se expandindo cerca de 1,4 milímetros por ano, disse o estudo.

"Até o momento, subestimamos o quanto a expansão relacionada com o calor da massa de água nos oceanos contribui para um aumento global do nível do mar", disse o co-autor Jurgen Kusche, professor na Universidade de Bonn.

A taxa global de aumento do nível do mar é de cerca de 2,74 milímetro por ano, combinando tanto a expansão térmica e quanto o derretimento do gelo.

 

 

Fornecido por: Da AFP 2016 ( STOP)