Saiba como ver o raro alinhamento de 5 planetas a olho nu

Alinhamento: cinco planetas poderão ser vistos sem nenhum equipamento

Ciência
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Cinco planetas estarão alinhados no céu pelas próximas semanas, algo que não aconteceu por mais de uma década. Com isso, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno podem ser avistados a olho nu. 

 

Para observar esse fenômeno parcialmente raro, no hemisfério sul, deve-se olhar para o céu ao amanhecer na direção norte e buscar os planetas à direita. 

É possível ver o alinhamento de planetas durante um mês: de 20 de janeiro a 20 de fevereiro deste ano. Os quatro demais planetas já estavam visíveis no céu desde o começo de 2016, mas o quinteto foi completado com a aparição de Mercúrio, como informa o Mashable.

Por conta disso, o planeta estará mais a leste e talvez seja difícil localizá-lo nos primeiros dias do alinhamento. Com o passar dos dias, porém, isso deve se tornar mais fácil, especialmente no começo de fevereiro, quando ele estará logo abaixo de Vênus. 

Se você não quiser acordar cedo para ver os planetas, há uma outra maneira: observá-los à noite. Em 1º de fevereiro, a Lua estará perto de Marte. No dia 4, nosso satélite natural estará perto de Saturno. Em 6 de fevereiro, isso acontecerá com Saturno e, depois, com Mercúrio, no dia 7.

Esse alinhamento deve acontecer novamente entre 13 e 19 de agosto de 2016, quando os planetas estarão mais visíveis à noite. No entanto, Mercúrio e Vênus estarão em posições mais a oeste, o que pode dificultar a observação em locais de latitudes mais a norte. Depois de agosto, o fenômeno só deve acontecer novamente em 2018.

Há alguns aplicativos gratuitos para smartphones que ajudam a mapear o céu para encontrar planetas e constelações mais facilmente. Alguns deles são o Google Skymap, o Cosmos e Planetarium.

 

 

Fornecido por: Da EXAME.com  2016 ( STOP)