UCID contra outdoors das obras feitas pela CMSV

UCID contra outdoors das obras feitas pela CMSV

Cabo Verde
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A UCID denuncia a “violação do código eleitoral por parte do Presidente da CMSV” com a colocação de outdoors alusivos aos trabalhos da edilidade no último mandato e que estão espalhados pela cidade do Mindelo.

 

Para a UCID, pela voz do seu coordenador na ilha, João Luís, o Presidente entra em “total desespero na corrida eleitoral de 4 de Setembro e manda espalhar/colocar em todos os cantos da ilha os outdoors dos trabalhados da Câmara quando ele próprio é candidato à CMSV”.

Considera ainda esta atitude como uma falta de respeito para com a população de São Vicente por um lado, e por outro, “por se tratar de ilegalidade grave e um desrespeito às leis da República. A partir do dia 9 de Junho de 2016, data em que foi publicado o diploma que marca as eleições autárquicas, ‘é proibida a propaganda política feita directa ou indirectamente, através de qualquer meio de publicidade comercial, paga ou gratuita, seja qual for o suporte ou meio de comunicação utilizado para o efeito’”, cita assim João Luís o calendário eleitoral.

Como comenta João Luís, não é a primeira vez que acontece, visto que nas autárquicas de 2012 a edilidade recorreu ao mesmo método de propaganda com outdoors. E de “forma vergonhosa”, pois os outdoors trazem valores das obras e coloca as pessoas mais necessitadas nos mesmos.

Neste sentido, a UCID “exorta a Comissão Nacional de Eleições a repudiar actos de tal natureza que põem em causa o sistema democrático instalado no País como a igualdade de oportunidades relativamente aos restantes candidatos na corrida para a presidência da CMSV”. E solicita a tomada de medidas por parte da CNE.

 

 

 

 

 

 

Fonte:noticiasdonorte

Reditado por:Noticias Stop 2016