O Novo Jornal soube de fonte local que seriam estas milícias responsáveis pelo novo fluxo de refugiados que atravessam a fronteira angolana

Incidente na fronteira entre Lunda­-Norte e a Repúblcia Democrática do Congo teria originado a morte de um funcionário do Serviço de Migração e Estrangeiros que acabou decapitado por milícias afectas à etnia baluba. 

Incêndio "monstruoso" destruiu Centro de Logística da Refriango

O Centro de Logística da empresa Refriango, localizado em Viana, foi destruído por um incêndio de grandes proporções, que deflagrou ontem, por volta das 20 horas, e mobilizou mais de 50 homens do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros. 

Em relação as novas tecnologias de informação e de comunicação foram instaladas câmaras de controlo

A nova sede da Empresa Pública de Águas (EPAL-E.P) orçada em 700 milhões de dólares americanos, foi hoje, segunda-feira, inaugurada em Luanda pelo Ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa. 

Numa ronda efetuada pela Lusa em Luanda foi possível constatar que várias lojas da Avenida dos Combatentes, centro da cidade

As restrições de eletricidade que se fazem sentir na cidade de Luanda há várias semanas, com o fornecimento da rede pública limitado a algumas horas diárias, está a fazer disparar a venda de geradores à população, segundo os fornecedores. 

Bispos: “Falta de vontade política impede expansão da Radio Ecclesia”

Os bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé reiteraram nesta quinta–feira (30/03), em Benguela, que o impedimento da extensão do sinal da Rádio Ecclesia (Emissora Católica de Angola) a todo o País, solicitada há mais 14 anos, resulta da falta

Segundo fontes do SME, os problemas técnicos existentes na Instituição são a principal causa das dificuldades na emissão de passaportes o que leva as enchentes e a demora na entrega do documento

Problemas técnicos na emissão de passaportes nos Serviços de Migração e Estrangeiro (SME), em Luanda, têm causado alguns dissabores a população. É que Alguns efetivos daquele órgão da Polícia Nacional estão a aproveitar-se da situação cobrando 35 Mil

Atualizações salariais e progressão na carreira são algumas das reivindicações da paralisação anunciada para o ensino geral

A Federação Sindical de Trabalhadores da Educação, Cultura, Desporto e Comunicação Social classifica como "antipatriótica" a greve anunciada pelo Sindicato de Professores (Sinprof) angolanos, marcada entre 05 e 07 de abril. 

Mais artigos...