Compras de angolanos em Portugal caem 20% este ano

Segundo o Observatório do Turismo de Lisboa, que apresenta dados do tax free ­ devolução do Imposto sobre Valor Acrescentado

Angola
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Apesar de continuarem a ser os turistas com mais peso consumista em Portugal, representando 38% deste mercado, os angolanos estão a reduzir cada vez mais o volume de compras em terras lusas. 

Segundo o Observatório do Turismo de Lisboa, que apresenta dados do tax free ­ devolução do Imposto sobre Valor Acrescentado (IVA) em compras realizadas por visitantes fora do espaço da União Europeia ­, "os chineses e os americanos foram os que registaram valores mais altos nas compras médias em Maio, atingindo os 634 euros e 570 euros, respectivamente, seguidos de Angola, com 314 euros".

Os valores de Maio (últimos dados disponíveis) representam uma quebra de 22% em relação ao mesmo período do ano anterior para Angola, e acompanham a tendência que se verifica desde o início do ano: Logo no mês de Janeiro, o recuo no consumo angolano atingiu os 23%, quando em todo o ano de 2015 a diminuição fixou­se nos 5%.

Embora o actual período de férias e a época natalícia antecipem um ligeiro aumento nos gastos, a crise económica e cambial que Angola atravessa não permitem previsões muito optimistas.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:Angonoticias

Reditado para:Noticias Stop 2016

Stopmznews