Uruguai quer entregar alimentos a Angola em troca de petróleo

O ministro Tabaré Aguerre explicou que o Brasil é atualmente o principal cliente dos produtos lácteos do Uruguai

Angola
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O Governo do Uruguai está a negociar com representantes angolanos a troca direta de alimentos, produzidos naquele país da América do Sul, por carregamentos de petróleo de Angola, segundo informação que consta no portal do executivo uruguaio.

 

Na mesma informação é citada uma reunião, na terça-feira, em Montevidéu, entre o ministro da Agricultura, Pecuária e Pescas do Uruguai, Tabaré Aguerre, e representantes da Associação Nacional de Produtores de Leite daquele país, na qual o Governo informou das negociações em curso com Angola.

"Com Angola, o Ministério das Relações Exteriores está a conduzir negociações para trocar alimentos por petróleo", anunciou, segundo a mesma informação, o ministro Tabaré Aguerre, acrescentando que os dois países já estarão a debater os necessários mecanismos legais para regulamentar estas operações.

gola é o segundo maior produtor de petróleo da África subsaariana, com cerca de 1,7 milhões de barris por dia, mas a quebra na cotação do barril de crude gerou uma crise cambial no país. Essa falta de divisas tem vindo a dificultar a importação de vários produtos alimentares, cuja produção interna ainda é insuficiente.

O ministro Tabaré Aguerre explicou que o Brasil é atualmente o principal cliente dos produtos lácteos do Uruguai, cuja produção cresceu 55% nos últimos anos, enfrentando o setor uma crise devido à quebra nos preços do mercado internacional.

O petróleo já é utilizado por Angola para pagar diretamente créditos contraídos junto da China para as obras de reconstrução nacional após quase três décadas de guerra civil.

 

 

 

 

 

 

Fonte:Angonoticias

Reditado por: Stop Noticias 2016

Stopmznews